Menu Fechar

Agenda

Event Information:

  • Qui
    12
    Mar
    2020

    Debate | MAP - Burocracia ou eficácia? | Porto

    18:30Porto

    As medidas de autoproteção (MAPs) são uma componente fundamental da segurança contra incêndios em edifícios (SCIE). Por isso mesmo, desde 2009 as MAPs passaram a ter um papel de relevo no nosso quadro regulamentar, sendo posto um grande enfoque na sua adequada implementação, através da manutenção dos meios de SCIE, formação e simulacros. Passados 10 anos da publicação da atual regulamentação os progressos são inegáveis. No entanto ainda há muitas empresas que ainda não têm MAPs aprovadas ou que, tendo ultrapassado este passo burocrático, ainda não as implementaram efetivamente. Assim coloca-se a questão: são as MAPs apenas um processo burocrático, decorrente duma exigência legal, ou algo verdadeiramente eficaz? Para debater este tema chamámos oradores com conhecimento de causa, representando os três elos da cadeia de qualidade: o projetista (Arq. Cidália Worm, ETU), a entidade exploradora (Arq. Pedro Barbosa, ANEPC) e a entidade exploradora (Comandante Silvestre Machado, Auchan Portugal). O debate terá moderação do Eng. Vilarim Reis (SFPE Portugal), que lançará perguntas para discussão.

    Oradores

     

    Silvestre Machado é Oficial da GNR na Reserva. Foi formador na Escola Prática da GNR e no Instituto de Altos Estudos Militares. Desempenhou funções na área da Tática das Forças de Segurança e Investigação Criminal. Participou em Operações de Manutenção de Paz das Nações Unidas. De 1995 a 2012 foi Consultor Técnico de Segurança na Direção Geral de Administração da Justiça e de 1998 a 2003 esteve colocado no Conselho Consultivo do MAI. Membro da Autoridade Coordenadora de Segurança da Expo’98. É, desde janeiro de 2004, Diretor Nacional de Segurança da Auchan Retail Portugal, com responsabilidade nas áreas Security e Safety.
    Pedro Barbosa é Arquiteto tendo o curso de projetistas de SCIE de 3ª e 4ª categorias de risco. Foi Chefe de Divisão no Serviço Municipal de Proteção Civil de Lisboa sendo atualmente Diretor de Serviços da Direção de Serviços de Segurança Contra Incêndios em Edifícios da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).
    Cidália Worm tem licenciatura e mestrado pré-Bolonha em Arquitetura e formação em SCIE, sendo de destacar o curso de Princípios do Projeto de SCIE Baseado no Desempenho e o curso de evacuação pela Universidade de Lund.  É vogal da CT46, pertencendo à SC6. É sócia fundadora e membro da direção da SFPE Portugal. É sócia gerente do gabinete ETU - Projeto e Consultoria em SCIE, desenvolvendo projetos de SCIE e MAPs em Portugal, Angola, Argélia e França. Tem elaborado e implementado Medidas de Autoproteção em várias instituições, intervindo também na organização de simulacros.
    Vilarim Reis é Engenheiro Técnico Civil pelo ISEL em 1982. Desempenhou funções de Comandante nos Bombeiros do Algarve e em diversas entidades no âmbito dos bombeiros e da segurança contra incêndio. Projetista, consultor e formador para cursos de segurança contra incêndio em edifícios das 3.ª e 4.ª CR. Participa como palestrante e formador em eventos diversos na área da SCIE. É vogal da CT 46/SC2/GT2 e na SC6.

    Horário e Local

    Quinta Feira, 12 Março 

    OET | Porto

    Mapa

     

    Valores de Inscrição

    Sócio efetivo - 5 €
    Sócio observador - 15 €
    Sócio Estudante - 15 €
    Membros da OET- 15 €
    Membros da OE, OA e APSEI - 30 €
    Outros | 45 €

    Ficha de Inscrição

    Debate | MAP – Burocracia ou eficácia? | Porto

    Dados para faturação
    O seu registo só é válido após o pagamento do valor da inscrição.
    Por favor efetue o pagamento por transferência bancária para a conta com o IBAN - PT50 0033-0000-45500840123-05 (AESCI - Associação para a Engenharia de Segurança) e envie o comprovativo da transferência por email para info@sfpe.pt. Quando fizer a transferência no descritivo do movimento coloque o seu nome.
    Os dados pessoais aqui solicitados, apenas servirão para inscrição neste evento, sendo apagados após o mesmo, caso não seja indicado o contrário: