Agenda

Informação do Evento:

  • sex
    24
    nov
    2017

    Controlo de Fumo: o regulamento prescritivo é suficiente?

    18h30Lisboa: Instituto Superior Técnico

    Tertúlias

    Utilização de sistemas reversíveis em parques de estacionamento cobertos

    João Caramelo
    é Eng. Téc. de Máquinas pelo Instituto dos Pupilos do Exército, Eng. Mecânico-Termodinâmica Aplicada pelo IST, membro da OE de Portugal e Moçambique, membro do CREA-Brasil, é diretor e sócio na EACE, com 21 anos de experiência de Projeto e Consultoria de Engenharia, em Portugal e no estrangeiro.

    Incêndio num túnel rodoviário e seu paralelismo em edifícios

    Dirceu Santos
    é Eng. Téc. de Máquinas pelo Instituto dos Pupilos do Exército, Eng. Mecânico-Termodinâmica Aplicada pelo IST, membro da OE de Portugal e Moçambique, membro do CREA-Brasil, é diretor e sócio na EACE, com 21 anos de experiência de Projeto e Consultoria de Engenharia, em Portugal e no estrangeiro

    Debate

    Jorge Saraiva
    é Eng. Mecânico, Investigador Coordenador do LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil (aposentado), Membro Conselheiro e Especialista em Energia pela Ordem dos Engenheiros; atual Coordenador da CEE (Conselho de Especialização em Energia).

     


    Programa 

    Utilização de sistemas de ventilação reversíveis em parques de estacionamento cobertos
    Engº João Caramelo

    Apresenta-se uma abordagem à utilização de sistemas ventilação mecânica reversíveis em parques de estacionamento cobertos, onde maioritariamente das vezes se requer a instalação de sistemas de ventilação forçada. Nesta apresentação pretende-se avaliar a eficácia da utilização de ventiladores reversíveis, de insuflação/exaustão e de impulso, e da matriz de comando associada, tendo por objectivo assegurar um desempenho e uma gestão da ventilação mais eficientes no domínio da segurança contra incêndios, do controlo de poluentes e dos consumos energéticos.

    Incêndio num túnel rodoviário e seu paralelismo em edifícios
    Engº Dirceu Santos

    Apresenta-se uma análise das condições de segurança de um túnel rodoviário dotado de duas galerias (fluxo de tráfego unidirecional) com um declive médio superior ao máximo “admitido pela Directiva”, avaliando-se para o efeito o desenvolvimento de um incêndio de grande dimensão numa das galerias e verificar o seu impacto nas condições de evacuação. Para o efeito são apresentados resultados de simulações dinâmicas com um modelo de campo (FDS). Pretende-se ainda abordar os paralelismos possíveis desta abordagem a edifícios de geometria particular

    Patrocínio

    Exuvent

    Apoio

    Instituto Superior Técnico

    Inscrição


    Valor da inscrição
    Sócios da SFPE Portugal 5€ | Não sócios 10€
    Máximo 25 participantes | Tertúlia seguida de jantar debate facultativo, não incluído no valor da inscrição
    Por favor efetue o pagamento por transferência bancária para a conta com o IBAN - PT50 0033-0000-45500840123-05 (AESCI - Associação para a Engenharia de Segurança) e envie o comprovativo da transferência por email para info@sfpe.pt. Quando fizer a transferência no descritivo do movimento coloque o seu nome.
    evento já realizado